Esta página foi atualizada pela última vez em Fevereiro de 2016.

A pesquisa acadêmica e a análise da I2P é uma parte importante para assegurar que o desempenho do software e da rede são os esperados, bem como a segurança dos usuários em ambientes hostis.

Recent events have prompted anonymity projects to provide specific guidelines for responsible research. We endorse the Tor Ethical Research Guidelines and incorporate them here. Please follow the Tor guidelines when researching I2P as well.

Há uma enorme comunidade de pesquisa investigando uma ampla variedade de aspectos do anonimato. Para uma lista abrangente e atual de artigos relevantes, dê uma olhada na Bibliografia sobre anonimato do Free Haven. A I2P se beneficia da maioria da pesquisa feita no Tor e sobre o roteamento cebola, mas há pouco esforço de pesquisa dedicado aos tópicos teóricos por trás da I2P, e às escolhas e compromissos que a rede faz. Isso apresenta uma oportunidade única para pesquisa nova e original.

Uma lista de publicações conhecidas sobre a I2P encontra-se disponível aqui.

See also the Tor Research Home Page for general guidance and links.

Testando ataques sobre a I2P

Pode-se montar uma versão de testes da I2P em separado, controlando-se os locais a partir dos quais um novo roteador propaga de modo a encontrar apenas outros roteadores de teste.

O modo padrão de operação é ter uma instânca da JVM por roteador. Assim, executar múltiplas cópias do software I2P em uma única máquina é desaconselhável, tanto devido a potencial fuga e/ou esgotamento de recursos como também a determinados conflitos de portas. Para melhor facilitar a definição de pequenas redes de teste, o software I2P possui o modo multiroteador no qual é permitido que múltiplos roteadores distintos sejam executados numa mesma JVM.

O Multi-roteador pode ser iniciado a partir do diretório base da I2P executando-se o comando abaixo.

env CLASSPATH=$(find lib/ -name *.jar | paste -s -d ':') java net.i2p.router.MultiRouter 25

Adicionalmente, o roteador I2P pode ser inicializado no modo rede virtual. Este modo desabilita todo o transporte, permitindo que o roteador seja testado em isolamento sem tráfego de rede. Para permitir este modo, adicione i2p.vmCommSystem=true ao arquivo router.config antes da inicialização.

Efetuando testes na rede I2P existente

Se você almeja conduzir experimentos com a rede I2P corrente, por favor, entre em contato conosco antes de começar os seus testes. Ainda que não desencorajamos pesquisadores de, responsavelmente, experimentar suas idéias na rede existente, se um ataque em andamento parece acontecer, sem um canal de comunicação, tomaremos contramedidas que, talvez, interfiram nos testes.

Router Family Configuration

As of release 0.9.25, I2P supports a router family configuration. This provides researchers who run multiple routers with the means to publicly identify those routers. In turn, this helps the I2P project understand that these routers are not running an attack on the network. It also will prevent other routers from including multiple routers of the family in a single tunnel, which could lead to deanonymization. Routers that appear to be colluding but do not have a declared family may be assumed to be an attack on the network, and may be blocked. The best way to ensure the success of your research project is to work with us.

A router family shares a private key so that participation in the family cannot be spoofed. To configure a router family, click on the 'I2P Internals' link in the router console, and then on the 'Family' tab. Follow the instructions there to generate the private key for the first router in the family. Then, export the key from that router, and import it to other members of the family.